quarta-feira, novembro 11, 2015

CAPÍTULO XII

— Você está deslumbrante, querida! — De pé na ante-sala da igreja, Deodora sorriu para Vanessa, os olhos chocolates brilhantes, os bifocais quase escorregando do nariz. Vanessa suspirou, e Deodora a tocou com dedos trêmulos.
—  Minha criança, como você está gelada!
— Devíamos ter optado por uma cerimônia menor. — Vanessa gostaria de poder revelar a verdade. Que seu futuro marido precisava de uma babá, e não de uma esposa, mas ela e Zac haviam concordado em manter aquele assunto em segredo. Era desnecessário magoar a avó.
— Tolice!
— Vovó, ele só ficou viúvo há pouco mais de quatro meses.
— Não seja antiquada, Nessa! — Deodora fungou, e alisou as rendas do vestido branco de Vanessa. — Vocês dois vêm de famílias tradicionais, e temos tantos amigos e parentes. Ora, seu tio Marcos trouxe a família inteira para o casamento. Como seu pai não pode estar aqui, nada mais justo que seu tio assumir o lugar.
— Tem razão — Vanessa resmungou, e se olhou no espelho. Os cabelos encontravam-se penteados em um elaborado coque, com cachos pendendo dos lados. Mal podia se reconhecer, mas o efeito era satisfatório. Devia ter insistido em uma cerimônia pequena e discreta, mas Deodora teimara em lhe oferecer esta comemoração com toda pompa e na presença de todos amigos e parentes. Os raios do sol penetravam através da janela. Vanessa ajeitou o véu e admirou o anel de brilhante presente de noivado.
Stella bateu na porta e enfiou a cabeça.
— Nossa, como está linda! — ela gritou e entrou, fechando a porta atrás de si.
Vanessa havia pedido à Ashley que fosse madrinha, e Stella, a irmã caçula, seria dama de honra. Stella atravessou o cômodo em um vestido de veludo azul-marinho, escolhido por Vanessa. Viu o brilho nos olhos da avó e ficou satisfeita. As duas se admiraram diante do espelho.
— Está linda — Vanessa disse. Stella era pequena, com cabelos escuros cacheados e olhos cor de chocolate como os da avó. Suas duas irmãs não passavam de um metro e cinquenta de altura. Vanessa sempre fora a mais alta.
— Você é uma noiva radiante, Vanessa. Estou tão contente por você!
Abraçaram-se, e Vanessa sentiu um nó na garganta. Stella sempre fora sua confidente, mas não podia lhe contar sobre a farsa. Se Stella soubesse que aquele casamento era um contrato de conveniência para pagar as dívidas e a faculdade, não permitiria que Vanessa seguisse adiante.
— Olá! — chamou Ashley ao entrar na ante-sala. Uma loira de olhos achocolatados, acentuados pelo vestido também azul.
— Está maravilhosa! — ela disse, abraçando Vanessa.
— Foi ótimo terem vindo para o casamento.
— Mal posso acreditar neste namoro tão rápido, e que está se casando com Zachary Efron! — Ashley exclamou. — Sempre achei que fosse casar-se com alguém mais introspectivo, como papai.
— Mas não conhece o verdadeiro Zac.
— Eu namorei um amigo dele uma ocasião. Precisamos nos apressar. Estão esperando pela noiva. O tio Marcos está pronto. Vovó, estão procurando por você.
— Minha querida, se pelo menos seus pais pudessem vê-la neste dia — Deodora disse entre lágrimas.
Vanessa a abraçou, e as irmãs saíram com a avó. Conferiu mais uma vez sua aparência no espelho.
— Que estou fazendo? — ela sussurrou.
Encontrou o tio, uma versão menor do pai, no hall de entrada da igreja.
— Está linda — ele murmurou e lhe ofereceu o braço.
— Obrigada — ela respondeu, sem prestar atenção. A igreja estava cheia de amigos. Deodora estava sentada na fileira da frente. Do outro lado, estavam Starla Baskett e Tom Bridges, a mãe e padrasto de Zac. Aurora estava no colo da avó, já que Zac fazia questão da presença da filha no casamento.
Assim que Stella chegou ao altar, ouviu-se o órgão, e todos ficaram de pé. Vanessa atravessou a nave lentamente com os olhos no futuro esposo. Por dentro, tremia da cabeça aos pés. Ele lhe parecia sombrio, sexy e perigoso. Era um homem como jamais conhecera, e não sabia como tratá-lo.
O breve namoro de nada servira para diminuir o desconforto que sentia em sua presença. Ele parecia ser indiferente. Era uma ameaça e, ao mesmo tempo, sua salvação. Os olhos dele estavam fixos em Vanessa, deixando-a com falta de ar.
Zac respirou aliviado. Afinal, resolvia um grave problema. Mas estava surpreso. A mulher que atravessava a nave em sua direção era simplesmente deslumbrante.
Já reconhecera que Vanessa era atraente, mas nunca a vira de vestido. Os cachos negros emolduravam-lhe o rosto de traços perfeitos, o vestido branco de seda revelava-lhe as curvas. A cintura era minúscula. Parecia uma princesa de conto de fadas. Sentiu-se melhor. Vanessa era compreensiva, linda e inteligente.
Ele fizera bons negócios, compra de terras, gado e cavalos, mas aquele era de longe o melhor negócio de sua vida. Ela parou a meio metro dele, os olhos chocolates colados nos dele.
Os homens do condado tinham de ser cegos. Como haviam deixado de perceber Vanessa? A sorte era dele.


---------------------------------
Olá amores, como prometi aqui está mais um capítulo tenha no mínimo 2 comentários
posto mais um hj!!
Então comentem bastante!!
Obrigada pelos comentários.... ♥
Até qlqr momento....
Beijooos!!

4 comentários:

  1. Ai meu Deus *-*
    Quero só ver esses dois depois do casamento
    Tô amando essa história ♡♡♡
    Posta mais, xoxo

    ResponderExcluir
  2. ahhhhhhh que fofos, não vejo a hora deles descobrirem que se amam !!!!! bjsss posta maisssss

    ResponderExcluir
  3. ai mds eu to quase surtando aqui hein,posta mais pelo amooooor

    ResponderExcluir
  4. Aaahh como será a lua de mel hein???Super curiosa pra saber oque vai acontecer depois do casório. Bjoss postaa maiss

    ResponderExcluir